HISTAi??RIA

A palavra whisky vem de uisge, uma forma abreviada de uisge beatha, expressA?o gaAi??lica para ai???A?gua da vidaai???. Antes do sAi??culo 18, os escritores se referiam ao destilado como usquebaugh ou aqua vitae.

Os primeiros registros da produAi??A?o de whisky datam sAi??culo IV a.c. com a introduAi??A?o da produAi??A?o de whisky por SA?o PatrAi??cio na Irlanda e a destilaAi??A?o feita por indAi??genas, porAi??m nenhuma dessas atividades tA?m dados concretos para comprovaAi??A?o. Foi somente no sAi??culo XV, mais especificamente em 1.494, quando o Frade John fez uma compra de 500 kg de malte para produzir aqua vitae que surge o primeiro registro no Royal Exchequer Rolls (Registro do Tesouro PA?blico).

A aqua vitae era produzida por monastAi??rios em uma espAi??cie de licor a base de ervas e especiarias para fins medicinais. O ai???remAi??dioai??? fez tanto sucesso que em 1505 o Guild of Surgeon Barbers (Clube de Barbeiros e CirurgiAi??es) obteve o direito exclusivo da destilaAi??A?o em Edimburgo.

Em seguida, as destilarias se popularizaram, tonando uma atividade domAi??stica praticada por diversas famAi??lias moradoras de granjas rurais de terras altas. AlAi??m da bebida ser consumida, ela era usada como moeda de troca de altAi??ssimo valor para transiAi??Ai??es de compra e venda. A cevada utilizada na produAi??A?o tambAi??m era utilizada para alimentar o gado posteriormente, tornando a prA?tica bem lucrativa e econA?mica.

Portanto, em meados do sAi??culo XVIII a produAi??A?o do whisky era considerada uma extensA?o do ano agrAi??cola, comeAi??ando entre agosto e setembro, assim que a cevada terminava de ser recolhida, e terminando no final de abril. Para garantir um melhor aproveitamento, muitos donos de destilaria se dedicavam a cortar a turfa para a estaAi??A?o seguinte e paravam durante todo o verA?o (chamada Ai??poca silenciosa). Isso porque o whisky Ai?? feito somente os ingredientes mais elementares: A?gua e cevada (malteada com turfa) e seu amadurecimento depende das caracterAi??sticas do clima escocA?s, que sofre influA?ncia marAi??tima e variaAi??A?o de temperatura entre verA?o e inverno.

Com a grande produAi??A?o, o whisky era usado desde contrato de negA?cios quanto para curar enfermidades, inclusive de crianAi??as, e se livrar do mal olhado. Ele era servido em celebraAi??Ai??es, funerais e entregues para viajantes (a dose extra era intitulada deoch na doruis ou ai???uma para o caminhoai???).

haldol 10 mg sol. FABRICAAi??A?O

A EscA?cia tem as condiAi??Ai??es climA?ticas ideais para a produAi??A?o de whisky. A temperatura e a umidade provenientes das chuvas colaboram para seu envelhecimento. Para se produzir um bom destilado sA?o necessA?rias vA?rias etapas: maltagem, moagem, maceraAi??A?o, fermentaAi??A?o, destilaAi??A?o e envelhecimento.

Maltagem: A cevada Ai?? mergulhada em A?gua fria por 48 a 60 horas. O processo faz com que o grA?o estufe, espalhando-se em finas camadas por uma superfAi??cie plana. Ai?? preciso remexer o cereal continuamente para homogeneizar a temperatura entre os grA?os de baixo e os de cima.

Quando os brotos do malte comeAi??am a crescer, sabe-se que os nAi??veis de aAi??A?car estA?o ideais para iniciar o processo de secagem no forno com vapor quente, que impede que os cereais cresAi??am ainda mais. A turfa Ai?? acrescentada a esse fogo, agregando um sabor defumado ao malte.

Moagem buy Cialis Black, lioresal online. : Para a extraAi??A?o das substA?ncias fermentA?veis dos cereais, os grA?os sA?o esmagados e por martelos hidrA?ulicos ou moendas rolantes. A partir desse processo obtAi??m-se uma farinha que quanto mais fina, mais alcoA?lica.

MaceraAi??A?o: A farinha obtida Ai?? colocada em infusA?o na A?gua quente, liberando o aAi??A?car da cevada, resultando um lAi??quido denominado mosto. O processo Ai?? realizado em um grande destilador circular de aAi??o inoxidA?vel.

Nas destilarias de malte, o lAi??quido obtido escorre pelas estreitas fendas do tonel de trituraAi??A?o, fazendo a separaAi??A?o do mosto e dos sA?lidos. O mosto vai para a fermentaAi??A?o e os sA?lidos sA?o retirados e usados como raAi??A?o de gado.

buy Tadacip online cheap, dapoxetine online. FermentaAi??A?o: O levedo Ai?? introduzido ao mosto em uma temperatura superior a 70Ai??C para que possa fermentar, liberando gA?s carbA?nico e espuma. Para que a mistura nA?o transborde as destilarias utilizam tampas e uma pA? rotativa. Em um perAi??odo de 40 a 72 horas o aAi??A?car Ai?? transformado em A?lcool, derivando uma bebida doce, quente e turfosa, com grau alcoA?lico que varia entre 8 a 9%.

DestilaAi??A?o: A bebida fermentada Ai?? enviada para os alambiques por meio de tubos para passar pela primeira transformaAi??A?o e se transforma no chamado ai???vinho baixoai???, com 20% de graduaAi??A?o alcoA?lica. Em seguida, inicia-se a segunda destilaAi??A?o, em um alambique menor, fervendo o vinho baixo, condensando-o e recolhendo seus vapores, porAi??m nem toda a porAi??A?o destilada Ai?? aproveitada.

A bebida resultante da segunda destilaAi??A?o Ai?? completamente incolor e tem 68% de graduaAi??A?o alcoA?lica. Para chegar aos 63,5%, acrescenta-se A?gua pura.

Envelhecimento: Ai?? nesse momento que a bebida Ai?? colocada nos barris de carvalho, onde adquira cor e sabor caracterAi??sticos.

Por permanecer envelhecendo por anos, a bebida absorve o ar e perde volume e forAi??a. De acordo com os escoceses, essa perda, que corresponde a 2% de toda a produAi??A?o, Ai?? destinada a um anjo que abenAi??oa o destilado.